REUNIÃO DE PLANO ESTRATÉGICO DA POLICIA INDÍGENA

Ano VI, Edição XXVII, 28 de abril de 2019

 A Polícia Ticuna se reúne durante os dias 27 a 29 de abril na Comunidade Filadélfia para planejar estratégias de combate ao narcotráfico, parcerias e a ativação de novas sedes da polícia indígena na região, e planos para combater o consumo de bebidas alcoólicas, tráfico de drogas e homicídios na comunidade.

Os guardas se reúnem anualmente que, desde a recriação, não precisaram usar os cacetes, pois gozam do respeito mesmo de quem é contrariado pelas ações. A comunidade garante que desde a volta dos seguranças as noites têm sido bem mais tranquilas nas ruas das comunidades ticuna.

Estiveram presentes representantes da Polícia Militar de Tabatinga, Polícia Civil, Exército Brasileiro e Polícia Federal.

O evento conta com o apoio do Distrito Sanitário Especial da Saúde Indígena do Alto Rio Solimões - DSEI ARS e Fundação Nacional do Índio - FUNAI.

Quem são os Ticuna?

O povo indígena Ticuna, que se autodenomina Magüta, habitam também territórios da Colômbia e do Peru. Possuem uma língua própria, considerada isolada, ou seja, não possui tronco linguístico comum a outros idiomas indígenas.

Apesar da história de contato com a sociedade não indígena ser antiga e violenta, com ataques e invasões de suas terras, somente na década de 90 do século 20 é que a maioria de seus territórios foi demarcada. Os Ticuna também vivenciaram um período de forte avanço de missões religiosas e de grupos considerados messiânicos, especialmente na primeira metade do século passado e cujo legado permanece até hoje nas comunidades.

Esse é o Portal Oficial Sandro Tikuna, Líder Indígena, Comunicador, Ambientalista, Artista e Político. Pertencente ao Clã Manguari (Cowacüã') seu nome tradicional é Tchobücü,  nascido Sandro Stéfano Pinto Flores, nasceu no dia 28 de setembro de 1992, na aldeia Filadélfia, Benjamin Constant - AM, microrregião do Alto Solimões.
É um dos líderes do movimento indígena do Alto Solimões, sua liderança de luta e resistência está voltada a atividades culturais, sociais e políticas indígenas.
O portal é um espaço para apresentar os trabalhos e ações desenvolvidas na região do Alto Solimões, bem como a participação nas lutas e na resistência dos povos indígenas do Brasil.

"Temos o dever de continuar a luta dos nossos anciões e caciques do nosso povo"

SANDRO TIKUNA

 

VÍDEOS

 

 

MOVIMENTO INDÍGENA

 

 

 

 

 Assine a Carta contra o PL 490