Jovens indígenas discutem realidade de seus povos

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal realiza Audiência Pública sobre situação de crianças e adolescentes indígenas da Amazônia no dia 3 de junho de 2014 às 14horas. A Audiência foi proposta pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e tem por objetivos criar um espaço de expressão para adolescentes e jovens indígenas organizados por meio de suas redes de participação social e debater os avanços e desafios na realização dos direitos de adolescentes e jovens indígenas da Amazônia.
 
Na ocasião será aberta também a Exposição Fotográfica EyeSee – Ver o Mundo pela Fotografia, fruto de parceria entre o UNICEF e o setor privado. A exposição, que ficará instalada no Espaço Ivandro Cunha Lima, no Senado, é resultado da Oficina de Fotografia realizada com adolescentes e jovens indígenas do Alto Rio Solimões, em Tabatinga, com apoio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM-FAEPI). A exposição primeiro foi apresentada às próprias comunidades envolvidas no projeto, tendo passado por Benjamin Constant, São Paulo de Olivença e Tabatinga, municípios localizados no Alto Rio Solimões (AM) e Manaus. Sete povos indígenas foram retratados pelos jovens das aldeias que virão ao Senado participar do lançamento da exposição.

O objetivo do evento é dar visibilidade às desigualdades que impactam sobre as populações indígenas que vivem na Amazônia, especialmente crianças e adolescentes. De acordo com Gary Stahl, representante do UNICEF no Brasil, "há uma tripla exclusão: étnica, por serem indígenas, de classe, por serem pobres, e geracional, por serem jovens, que pode ser até pior se são mulheres."
 
Para o representante, será um momento importante para que os próprios jovens e adolescentes indígenas falem de suas histórias e desafios, buscando mostrar aos parlamentares a importância de se ouvir estes grupos. Serão sete jovens e adolescentes dos estados do Acre, Amazonas e Roraima que estarão presentes na audiência pública.
 
Para o UNICEF, a audiência é um momento estratégico para se produzir informação e análise que contribua para uma maior visibilidade dos temas relacionados aos direitos de adolescentes e jovens da Amazônia no Senado Federal, gerando canais de diálogo e participação dos adolescentes e jovens junto aos parlamentares e ainda sugerindo prioridades legislativas para assegurar políticas públicas para a Amazônia.
 
Serviço
Audiência Pública: "Situação de adolescentes e jovens indígenas da Amazônia Legal Brasileira e apresentação da Exposição de Fotos do Projeto Jovens Comunicadores Indígenas"
Local: Plenário 9, Ala Senador Alexandre Costa, Anexo 2, Senado Federal (Brasília)
Horário: 14h
Dia: Terça-feira, 3/06
Exposição EyeSee – Ver o Mundo pela Fotografia
Local: Espaço Ivandro Cunha Lima, Anexo 1, Senado Federal, Brasília (DF)
Período: De 3 a 5 de junho de 2014
OBS.: Visitação aberta ao público

Esse é o Portal Oficial Sandro Tikuna, Líder Indígena, Comunicador, Ambientalista, Artista e Político. Pertencente ao Clã Manguari (Cowacüã') seu nome tradicional é Tchobücü,  nascido Sandro Stéfano Pinto Flores, nasceu no dia 28 de setembro de 1992, na aldeia Filadélfia, Benjamin Constant - AM, microrregião do Alto Solimões.
É um dos líderes do movimento indígena do Alto Solimões, sua liderança de luta e resistência está voltada a atividades culturais, sociais e políticas indígenas.
O portal é um espaço para apresentar os trabalhos e ações desenvolvidas na região do Alto Solimões, bem como a participação nas lutas e na resistência dos povos indígenas do Brasil.

"Temos o dever de continuar a luta dos nossos anciões e caciques do nosso povo"

SANDRO TIKUNA

 

VÍDEOS

 

 

MOVIMENTO INDÍGENA

 

 

 

 

 Assine a Carta contra o PL 490